Continue conectado!
banner_dish

Esporte

Cruzeiro é pentacampeão. MOC fica com o terceiro lugar no Sul-Americano

/

 Júnios Neves Brito

De virada, Pequi Atômico faz 3×1 sobre Bolívar com Lorena inspirado e sendo eleito o melhor oposto da competição

A última noite do Campeonato Sul-Americano de Clubes Masculino de Vôlei, realizado no ginásio poliesportivo Tancredo Neves, em Montes Claros/MG, foi de fortes emoções. Na disputa pelo terceiro lugar, Montes Claros Vôlei encarou o Personal/Bolivar, da Argentina, e venceu de virada, por 3 sets a 1, com parciais de 28/30; 25/23; 25/23 e 25/15 em 1h30min de partida.

O oposto Lorena, do MOC Vôlei, foi o maior pontuador do jogo com 26 acertos e ajudou a equipe norte-mineira a ficar com a terceira colocação no campeonato continental.

Lorena ainda integrou a lista dos melhores do campeonato como melhor oposto, que ainda tiveram Simon (CRU) eleito o MVP, atleta mais valioso de todo torneio, os ponteiros Leal (CRU) e Lucas OCampo (Lomas); líbero Serginho (CRU), levantador Uriarte (CRU), centrais Isac (CRU) e Jonadabe (Lomas) foram escolhidos como melhores em suas posições.

No último dia do Campeonato Sul-Americano de Vôlei Masculino, o público presente foi de 3,3 mil torcedores que prestigiaram dois jogos de grandes rivalidades entre Brasil e Argentina.

No jogo que valia o título da competição, o Sada/Cruzeiro não deu chances para o Lomas Vóley, da Argentina, e venceu por 3 sets a 0 com parciais de 25/19, 25/18 e 25/20 em pouco mais de 1h20min.

Foi o quinto título na América do Sul conquistado pelo Cruzeiro e a conquista da vaga em mais um mundial, que acontecerá em dezembro na Polônia. Com a conquista da quinta taça, o time celeste agora se iguala as marcas dos clubes brasileiros Banespa e Paulistano, que eram as únicas equipes com cinco troféus do Sul-Americano.

Na avaliação do gestor do MOC vôlei, Andrey Souza, o campeonato foi bastante positivo, principalmente no aporte social e econômico que a cidade recebeu.

“A grande maioria não imagina o quanto custa de dedicação, responsabilidade e principalmente o aporte envolvido em um evento desta magnitude. Movimentamos na economia da cidade mais de 500 mil reais, isso é uma contribuição mais que positiva neste momento de dificuldade que o nosso país passa, pois envolveu toda a cadeia produtiva relacionada ao comércio da cidade, com hotéis cheios, bares com dezenas de estrangeiros conhecendo nossa culinária e cultura, casas noturnas lotadas e o comércio do entorno do ginásio aquecido.

Além de gerarmos mais de 50 empregos diretos e 100 indiretos. Oportunizamos inúmeras condições para que a grande maioria da população tivesse acesso gratuito aos jogos, onde foram liberados gratuitamente em todos os jogos servidores públicos municipais e estaduais, alunos da rede pública de ensino (estadual e municipal), além de realizarmos em homenagem ao Dia Internacional da Mulher com a liberação da entrada de todas que fossem ao ginásio vestidas de rosa. Sem contar nos parceiros e patrocinadores que acreditam no projeto e aliaram suas importantes marcas a um evento de sucesso como foi o Sul-Americano”, destacou Andrey Souza.

Leia
Comente!

Escreva o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *